23 meses e 3 dias no inferno - 28º

/
0 Comments
28º Capítulo

Bem não preciso dizer que nos dias que se seguiram foi só trabalha... trabalha... trabalha...
Para minha filhinha era o paraíso, brincava com os bois, cavalos, os gatos, andava pelo pasto (no lombo do boi), e eu e meu marido colocando as coisas em ordem. Os "vizinhos", bem estes podemos dizer que estavam literalmente gozando, sem pudor. Quando precisávamos de alguma coisa meu marido ia para a cidade a pé, andando (não tem ônibus) pois estávamos sem carro, e são aproximadamente 15 quilometros do sítio até a cidade. E todas as vezes que meu marido saia, ele (que tem carro) saia algum tempo depois, passava pelo meu marido, acenava e não parava. Para voltar às vezes conseguia carona com algum entregador se não, carregado ou não, vinha a pé.


You may also like

Nenhum comentário: