23 meses e 3 dias no inferno - 10º

/
0 Comments
10º Capítulo

Mudei de assunto, desconversei e, quase que como um milagre, quando o casal foi embora, levou a louca junto...
Estava muito bom para ser verdade, mas como milagres acontecem...
Feliz da vida, comecei a costurar as cortinas, forros, e fui colocando, quando chegou no voal, quase uma semana depois, e notem não falei da louca, ou seja ela não apareceu, por aproximadamente 10 dias.
Estou medindo o voal, e procurando o tecido, não é que não deu para fazer todas as cortinas?
Impressionante, quem costura sabe, uma vez e meia a largura da janela ou parede, eu comprei duas vezes, e o tecido não deuuuuu.
Meu marido muito engraçadinho disse assim: Bom pelo menos não precisaremos comprar secadora, enquando a ervilha vier em casa, estamos garantidos.
Compramos mais voal (a diferença do outro, procuro no meio de minhas coisas até hoje), e terminei as cortinas, aproveitando a folga da louca.
Isto já era por volta de junho de 2002.
Em julho estava procurando meu irmão, que descobri, estava trabalhando no Rio de Janeiro, e entrando em contato com o pessoal, descobri que estava morando com uma carioca e até o telefone.
Imediatamente liguei para matar as saudades. Mantendo contato até agosto, quando resolvi convidá-lo e sua companheira para me visitar.
Em uma destas ligações a louca passou a se interessar por ele, coisa que eu tentava dissuadí-la, pois além de ter uma companheira, era casado com uma "jerica prostiputa", tinha um filho com outra, e é alcoólatra.
Imaginem a cena: "Ele, a louca, a esposa (jerica prostiputa, com quem assinou o papel), a mão do filho e a companheira carioca".
Isto não dá suruba??????...
Até o próximo.


You may also like

Nenhum comentário: