23 meses e 3 dias no inferno - 1º

/
0 Comments
1º Capítulo

Vou tentar, a partir de hoje, contar um pouco de minha vida. É um tanto complicado relembrar, mas como gosto de escrever, e estou muito baixo astral, talvez me anime.
Sou casada, e tenho uma filha, muito feliz com meu casamento, apesar das famílias (a minha e a dele serem contra).
Bem, por volta de 1999, resolvemos (na época ainda não tinha minha filha), ir para o interior. Pesquisamos várias cidades e escolhemos uma que meu marido conhecia. Aliás, crescera nela e contava com pouco mais de 5000 habitantes, e como nosso serviço era por computador e podia até ser pela net, em maio de 2000, alugamos uma casa e fomos, uma cidadezinha pacata, pensava eu, doce engano, ô gente mal, ô povinho, quase a cidade inteira é parente do meu marido, sabe aquela coisa de primo, primo em primeiro grau, tia que não é tia, a tal da tia torta, enfim todo mundo é parente de todo mundo, e como a família (irmãos e irmãs não gostam de mim) depois de uns 6 meses, começou a guerra.
Não dou, nem nunca dei, satisfações de minha vida, e o que eles queriam era desestabilisar meu casamento.
Num primeiro momento começaram a dizer que a ex-esposa de meu marido, estava tentando uma reaproximação (coisa que é mentira). Não deu em nada. Não acreditei pois já estava junto com ele a 5 anos (ainda não era casada "no papel"), mas nunca tive motivos para duvidar de sua sinceridade.
Ah! Tinhamos, na época, 4 gatinhos, que eram constantemente hostilizados, e ameaçados, e sorrateiramente começaram as fofocas à respeito dos cuidados com os bichanos, que diga-se de passagem, devidamente vacinados, só comiam ração, uns fofos, até veterinária em casa tinham.
Com não surtiu o efeito desejado, imediatamente, colocaram uma prima para fazer o papel de desmancha casamentos.
Aguardem os próximos capítulos.


You may also like

Nenhum comentário: